Nova tecnologia de elaboração de projeto

 

Dia 1 de julho, às 18 horas, no auditório do Centro de Ciência e Tecnologia (Anexo do Bloco V) da Universidade Federal de Roraima, ocorrerá a palestra “BIM: uma nova concepção de projeto” que será proferida pelo Prof. Dr. Kléos Magalhães Lenz Cesar Jr. (Universidade Federal de Viçosa/MG).

Prof. Dr. Kléos M. Lenz Cesar Jr, da Universidade Federal de Viçosa/MG.

Prof. Dr. Kléos M. Lenz Cesar Jr, da UFV.

O professor Kléos Cesar Jr compõe o corpo de avaliadores da Revista de Ciência e Tecnologia do CCT/UFRR, é engenheiro civil, formado pela Universidade Federal de Viçosa (1988), mestrado em Engenharia Civil pela Universidade Federal Fluminense (1995) e doutorado em Engenharia Civil – University of Leeds (2007). Atualmente é professor adjunto da Universidade Federal de Viçosa. Tem experiência na área de Ciência da Computação, com ênfase em Computação Gráfica, atuando principalmente nos seguintes temas: CAD, Autolisp, linguagem de programação, computação gráfica e concreto armado.

Sobre o tema, o palestrante informa:
“BIM (Building Information Modelling) é uma tecnologia ainda em desenvolvimento que irá elevar CAD a uma plataforma completamente diferente daquela que você conhece hoje. Enquanto Arquitetos e Engenheiros produzem desenhos em CAD, em BIM irão modelar virtualmente um edifício em todos os seus aspectos. Isso significa que você não irá mais precisar desenhar duas linhas paralelas para representar uma parede, por exemplo. Em BIM, uma parede possui, além de suas propriedades geométricas (minimamente definidas em CAD), informações que descrevem em detalhes todas as propriedades dessa parede. Assim, qualquer outro profissional (através de softwares BIM-compatíveis) pode obter do modelo virtual do edifício o que precisa. Por exemplo, o profissional de luminotécnica precisará conhecer com que cor e textura o arquiteto definiu uma parede de um determinado espaço. Esta informação estará disponível no modelo. Assim, todos os sistemas (arquitetônico, estrutural, de instalações, etc) que compõe um edifício são virtualmente construídos num modelo único, cujas informações gráficas e não gráficas são armazenadas em arquivos intercambiáveis para que qualquer outro software compatível possa ler, interpretar e incluir informações para a especificação completa do edifício. E a produção de desenhos, como fica? Bom, apenas aperte um botão”.

Será fornecida declaração aos interessados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *