You are currently viewing APP ZERA FILA RR | Aplicativo continuará disponível até o final de dezembro para recadastramento de cirurgias eletivas
Compartilhe

O alerta de hoje é para os pacientes que aguardam por algum procedimento eletivo e que ainda não fizeram o recadastramento pelo Aplicativo Zera Fila RR. O App está disponível para todos os aparelhos de telefone com sistema Android e pode ser acessado de forma rápida e simples. Mesmo assim, a procura está muito baixa, o que preocupa a CGRAC (Coordenadoria Geral de Regulação, Avaliação, Auditoria e Controle), responsável pela reorganização da fila única de cirurgias eletivas. Por isso, o acesso ao aplicativo será estendido para até o final de dezembro.

De acordo com a coordenadora Mayara Bianca Carneiro, é fundamental que os pacientes que estão na fila única acessem o App e façam o recadastramento.

“O aplicativo ficará disponível até o final do mês e tem um manuseio muito fácil e simples. Reforçamos que é fundamental que as pessoas que ainda aguardam por algum procedimento cirúrgico eletivo acessem o App e façam o cadastro. Para isso, precisam ter em mãos o RG, CPF, cartão do SUS e o e-mail. Após o cadastro, o paciente vai fazer o login e preencher o formulário respondendo se ainda precisam passar pelo procedimento cirúrgico”, esclareceu a coordenadora.

Conforme o governador Antonio Denarium o recadastramento é uma medida fundamental adotada para fazer o reposicionamento do paciente na fila única do SUS.

“Precisamos que todos os pacientes que ainda precisam de alguma cirurgia eletiva confirmem no Aplicativo a necessidade, pois, assim, teremos o número real de pessoas que estão realmente à espera de atendimento, visto que, por diversos motivos, muitas das demandas deixaram de existir e precisamos saber o número real de procedimentos que precisam ser feitos para seguirmos para as próximas etapas do planejamento de retomada das cirurgias”, enfatizou o governador.

População pode contar com auxílio presencial para acessar o aplicativo

O secretário de saúde, Leocádio Vasconcelos, explica que, se o paciente tiver alguma dificuldade para acessar o aplicativo, pode contar com o auxílio presencial de servidores da saúde que estão esclarecendo todas as dúvidas.

“Se a pessoa não conseguir baixar o app e tiver dúvidas, pode procurar as nossas unidades que contam com servidores auxiliando no acesso, que estão prontos para atender e esclarecer as dúvidas. Os servidores estão disponíveis na Clínica Especializada Coronel Mota e  Hospital das Clínicas, durante o dia e no Centro de Referência da Saúde da Mulher, das 18h30 às 21h, além das unidades de saúde do Interior”, ressaltou o secretário.

Texto: Lidiane Oliveira
Foto: Ascom/Sesau

Deixe um comentário