You are currently viewing COVID-19 | Roraima recebe mais 33,2 mil vacinas AstraZeneca nesta terça-feira
Compartilhe

O repasse de vacinas pelo Governo Federal a Roraima segue sendo realizado de forma contínua, o que tem sido essencial para o bom andamento do trabalho desenvolvido no Estado contra o avanço da covid-19. Nesta terça-feira, dia 7, por exemplo, Roraima recebeu mais 33.250 vacinas AstraZeneca, dos laboratórios da Fundação Oswaldo Cruz.

A nova remessa dá continuidade às aplicações de doses de terceira dose no público geral de 18 anos acima. “O Governo do Estado está possibilitando o trabalho de vacinação de forma ininterrupta nos quatro cantos do Estado e isso está sendo possível graças a essa continuidade no envio de vacinas pelo Governo Federal. É a parceria que vem dando certo, tanto a nível nacional quanto estadual, junto às prefeituras, e que está garantindo a imunidade da nossa gente contra a doença do coronavírus”, disse o governador Antonio Denarium.

Os novos lotes de vacinas AstraZeneca chegaram por volta de meio dia, e receberam a escolta da Polícia Federal até o NEPNI (Núcleo Estadual do Programa Nacional de Imunizações), de onde serão distribuídas para todos os municípios, conforme necessidade de cada prefeitura.

Também nesta terça, o Governo do Estado, por meio do Núcleo, chegou à faixa de 800.577 repassadas para os municípios, de 1.110.928 vacinas recebidas do Ministério da Saúde, o que representa mais de 69% do total recebido. Até o momento, foram aplicadas 638.465 vacinas, sendo 360.464 primeiras doses, 249.240 segundas doses, 18.123 doses de reforço 1.367 adicionais, e 9.270 doses únicas.

Para o secretário de Saúde, Leocádio Vasconcelos, a imunização contra a covid-19 não deve ser tratada como uma das promessas e metas feitas em fim de ano para serem cumpridas no ano seguinte.

“Em período de fim de ano, todos temos o hábito de confraternizar em família e amigos, porém, não podemos esquecer que ainda estamos vivendo uma pandemia. Devemos, em respeito a quem amamos, às vítimas da covid e a todos os profissionais que trabalharam dia e noite no enfrentamento dessa doença, fazer nossa parte, isto é, diminuir a circulação do vírus”, destacou.

INFECTOLOGISTA ALERTA SOBRE A IMPORTÂNCIA DE TOMAR A VACINA NESSE MOMENTO

O médico infectologista da Sesau doutor Alexandre Salomão, ressalta que a chegada do final do ano não deve fazer a população esquecer das consequências que o coronavírus causa nas pessoas que não adotam medidas de prevenção, como tomar as doses necessárias da vacina.

“A segunda dose e o reforço, para quem completou cinco meses, não é opcional. É necessário para garantir a proteção de todos. Devemos incentivar sim a vacinação para todas as pessoas que amamos, porque quanto maior é o número de vacinados, menor é a circulação viral, e isso todos estão vendo com as flexibilizações que já estão sendo possíveis em alguns setores, menor é a complicação e menor o risco de complicações e mortes”, disse.

Texto: Lucas Sechi
Foto: Ascom/Sesau

Deixe um comentário