You are currently viewing DIA DO PEDIATRA | Médica reforça importância de acompanhar o desenvolvimento da criança
Compartilhe

Nesta terça-feira, dia 27, é comemorado em todo o Brasil o Dia do Pediatra. Este profissional da Medicina é fundamental nos primeiros dias de vida do recém-nascido, até os dois anos de idade. Por entender a importância desse acompanhamento, a Sesau (Secretaria de Saúde) disponibiliza para as mães com bebês prematuros o Laboratório Follow-up, onde as famílias podem contar com esse acompanhamento profissional nos primeiros anos de vida da criança.

O serviço é disponibilizado no CRSM (Centro de Referência na Saúde da Mulher Maria Luíza Castro Perim), localizado na Avenida Capitão Júlio Bezerra, 1632, no Aparecida. O nome Follow-up é um termo da língua inglesa que significa acompanhamento.

O trabalho é realizado em parceria com o Hospital Materno Infantil Nossa Senhora de Nazareth. Nesse espaço, a família tem à disposição uma equipe multiprofissional com médicos de diversas especialidades, entre eles o pediatra que dá continuidade no cuidado do bebê prematuro após a alta hospitalar, visando garantir a intervenção imediata, caso seja necessária.

A médica pediatra neonatologista Ana Carolina Brito, coordenadora do projeto, explicou que o pediatra é fundamental nesse acompanhamento, pois tem um campo de atuação muito amplo, que começa no momento do nascimento, estando presente na sala de parto, passando pelo primeiro exame físico e ajudando na amamentação.

“Nós cuidamos da vacinação nas primeiras 12 horas de vida e ajudar a mãe nesse processo do contato, garantindo o direito do bebê de ficar próximo da mãe, independente do tipo de parto, logo na primeira hora de vida. Muitas mães de primeira viagem não sabem como amamentar corretamente e o pediatra está ali para ajudar na posição correta para amamentar assim que o bebê dá sinais de que está pronto para isso”, explicou.

Muitas dúvidas são originadas nesse universo do nascimento de mais uma criança e de mais uma família. O pediatra tem um papel fundamental no sentido de dar orientações úteis, técnicas e baseadas em argumentos científicos pra acalmar e orientar da melhor maneira, a mãe, o pai e todos os cuidadores no sentido de que a criança seja cuidada de maneira plena, para ter uma saúde adequada com relação à alimentação e ao calendário vacinal.

A médica reforçou que a criança deve ser acompanhada durante todo o período da primeira infância, seja no ambulatório ou no consultório pediátrico. “Nosso trabalho é esclarecer todas as dúvidas com relação ao desenvolvimento do comportamento, da fala, neurológico e motor que vão surgindo com o desenvolvimento da criança. Essas orientações vão dar suporte e apoio para que essa criança receba o carinho, os estímulos, os medicamentos, os alimentos e todo o acompanhamento necessário para que se torne no futuro um adulto saudável”, pontuou.

Para Ana Carolina, é uma grande responsabilidade compartilhar com os pais o cuidado com as crianças. “É muito gratificante poder participar não só da questão da saúde e também da doença, mas de todas as conquistas e vitórias que esse bebê, que no futuro vai ser uma criança e mais adiante um adulto, vão desenvolvendo no começo da vida. Ser pediatra é estar nos momentos de angústia, mas também está nos momentos felizes dividindo isso com a família”, declarou.

Escrito por Isaque Santiago

Foto Diane Sampaio

Deixe um comentário