You are currently viewing EM RORAIMA | Produção de soja e milho gera faturamento de R$ 700 milhões
Compartilhe

A produção de soja e milho em Roraima gerou uma receita de R$ 700 milhões em 2021. O resultado positivo é reflexo dos investimentos e apoio oferecidos pelo Governo do Estado aos produtores.

Por meio da Aderr (Agência De Defesa Agropecuária) ,por exemplo, oferece suporte técnico para garantir a sanidade desses produtos, auxiliando o produtor na defesa do plantio com ações importantes de combate e controle de pragas quarentenárias, evitando prejuízos econômicos.

Foram plantados 72 mil hectares de soja, com uma produção média de 55 sacos por hectare. A saca com 60 quilos foi vendida por R$ 145, gerando um faturamento de R$ 570 milhões. Foram exportadas 38,4 mil toneladas, que geraram uma receita de US$ 20.378.401 doláres.

A exportação da soja produzida em Roraima chegou em muitos países, como Rússia (20,68 mil toneladas), Espanha (15,57 mil toneladas), Noruega (2,17 mil)e Guiana (8 mil). O restante da produção foi comercializada no Brasil.

“Roraima agora está colhendo os frutos do investimento e apoio prestados pelo Governo, não apenas para quem já está em Roraima produzindo, mas também na atração de novos produtores. Dessa forma aumentamos a área cultivada e alavancamos o caminho do crescimento da nossa agricultura, criando condições importantes para o agronegócio, fazendo girar a economia do Estado como um todo, pois quando um setor vai bem, os demais também se beneficiam direta e indiretamente,” destacou o governador Antônio Denarium.

Para garantir o aumento da produtividade e o valor maior de receita em 2022, a Aderr dará início ao trabalho de controle da ferrugem asiática, identificada recentemente no Estado.

Para combater o fungo Phakopsora pachyrhizi, causador da doença, a Aderr vai implantar ações, como cadastro de áreas produtoras, definição de período de cultivo, respeito ao vazio sanitário, uso de tecnologia de aplicação de defensivos para combate ao fungo e registro dos sojicultores na Agência.

“Iremos trabalhar duro para combater a presença do fungo nas lavouras de soja. E vamos ter êxito nessa missão, pois com a participação dos produtores, obedecendo às orientações técnicas dos especialistas nesta praga e atendendo as normativas previstas no Plano Nacional de Controle da Ferrugem Asiática, vamos ter sucesso”, disse o presidente da Aderr, Kelton Lopes.

MILHO

Em 2021 foram plantados 15 mil hectares de milho em Roraima, numa produção média de 97 sacos por hectare. A saca foi vendida a R$ 90, gerando mais R$ 130 milhões.

Nas comunidades indígenas, que esse ano iniciaram o plantio do grão, foram plantados 720 hectares de milho, com uma produtividade de R$ 120 a saca de 60 quilos, o que gerou uma receita de R$ 7 milhões.

Texto: Elias Venâncio
Foto: Ascom/Aderr

Deixe um comentário