You are currently viewing FORMAÇÃO CONTINUADA | Seed realiza na próxima semana oficina sobre Literatura de Cordel
Compartilhe

Entre os dias 20 e 24 de junho, a Seed (Secretaria de Educação e Desporto), por meio do Pecali (Programa Estadual Caminhada Literária), oferecerá uma oficina intitulada “Cordel no Reino de Makunaima” ministrada pelo cordelista Zezé Maku.

O público alvo são os professores e mediadores de leitura que atuam nas salas de leitura e bibliotecas das escolas da rede. Os professores interessados precisam realizar uma inscrição gratuita, por meio de um formulário on-line, disponível no link: https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSe4o8soF_ULMawm7By_FOZlZNREq9mupf85ompd32IFwSE2JQ/viewform.

A Oficina de Cordel será realizada na Sala do Pecali, localizada na antiga Escola Estadual Princesa Isabel – Avenida Jaime Brasil, nº 527, Centro de Boa Vista, e apresentará ao professor mediador de leitura as características dos textos de Cordel, além de mostrar que sua estrutura estimula a leitura e a escrita dos alunos.

“É interesse do Programa que os estudantes tenham contato com a literatura regional. Nesta oficina, os mediadores de leitura terão a oportunidade de receber orientações do próprio autor, Zezé Maku, sobre como trabalhar o Livro ‘O reino de Makunaima’, explicou a coordenadora Pedagógica do Pecali, Valdenice Cardoso.

Estão sendo ofertadas 50 vagas para a oficina, sendo 25 para uma turma, nos dias 20 e 21 de junho, e 25 vagas para uma segunda turma, nos dias 21 e 22 de junho. Toda a programação ocorrerá durante as manhãs, das 8h às 11h. No último dia, 24, todos participarão de um ‘Sarau Literário’.

 O Programa Caminhada Literária

O Programa Estadual Caminhada Literária foi criado em 2008 pela Seed, por meio da Portaria 2830/18/SEED/GAB/BR, com o objetivo de desenvolver estratégias de leitura junto aos professores, bem como aprimorar a proficiência entre os alunos.

É de competência do Programa oferecer formação continuada aos professores mediadores de leitura, promovendo ações pedagógicas aos profissionais que atuam em salas de leitura e bibliotecas dentro das escolas através de assessoria direta, encontros e oficinas pedagógicas para o letramento literário.

“O programa propõe que os espaços leitores (salas de leitura e bibliotecas) desenvolvam projetos que integrem a literatura e a arte, a literatura e os livros impressos e a literatura com as tecnologias da informação e comunicação”, salientou a coordenadora Valdenice.

Ela destacou ainda que, por meio do contato com a literatura, o aluno não desperta somente o interesse pela leitura. “Ele consegue também se habilitar em diversos trabalhos de escrita, oratória e desenvolver a noção de pertencimento através dos autores regionais”, pontuou.

Texto: Layse Menezes
Foto: Secom

Deixe um comentário