You are currently viewing FORMAÇÃO DE MULTIPLICADORES | Governo investe na qualificação dos profissionais da saúde e da segurança
Compartilhe

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Saúde em parceria com a Escola Técnica de Saúde do SUS em Roraima e o Núcleo de Educação Permanente da Central de Regulação de Urgências Médicas, promoveu o primeiro curso “Abordagem Técnica a Tentativas de Suicídio”. A especialização dos profissionais ocorreu entre os dias 21 a 25 fevereiro e foi conduzida pelo major Diógenes Munhoz, oficial bombeiro do Estado de São Paulo e preceptor do método de abordagem.

Participaram do curso, profissionais da Central de Regulação de Urgências Médicas, Polícia Rodoviária Federal, servidores dos Caps (Centros de Atenção Psicossocial), Corpo de Bombeiros, Exército e Aeronáutica, além de agentes municipais de Trânsito e médicos e enfermeiros do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência).

“De acordo com a Organização Pan-americana da Saúde, o suicídio é a segunda principal causa de óbito entre jovens com idade entre 15 e 29 anos. Estudos também mostram um aumento de angústia, ansiedade e depressão, principais fatores que levam as pessoas a tirarem a sua própria vida.  O isolamento provocado pela pandemia potencializou este cenário. Por isso, neste momento, é muito importante investir na formação desses militares e profissionais da saúde, para que eles estejam preparados tecnicamente para lidar com essas ocorrências”, afirmou o governador Antonio Denarium.

“Durante a inserção dessa nova técnica, é possível uma redução de 20 a 25% nas tentativas de autoextermínio. Então para o Estado de Roraima isso é totalmente benéfico, considerando o quantitativo de casos que acontecem com a nossa população. A importância de tudo isso é a união de esforços de modo a promover melhor saúde e melhor atendimento e mais eficaz para população roraimense”, destacou a secretária de Saúde, Cecília Lorenzon.

Segundo o gerente do NEP (Núcleo de Educação Permanente) – Samu RR, enfermeiro Maurício Caldart, o curso foi de extrema importância para aprimorar os conhecimentos e lidar com situações futuras.

“O total de 32 profissionais constituem a primeira turma de abordadores do Estado de Roraima.  Sua função enquanto grupo é implantar e multiplicar o método de Abordagem Técnica a Tentativas de Suicídio e atuar diretamente nas ocorrências desta natureza, estudos de casos e criar dados estatísticos para análises futuras da problemática abordada”, ressaltou.

O diretor Técnico Pedagógico da Escola Técnica de Saúde do SUS em Roraima, Braz Barros, comentou sobre os futuros trabalhos.

“Os trabalhos continuam já com o início de um novo projeto com os multiplicadores formados, tendo como objetivo formar profissionais em todo o Estado, para que eles realizem o atendimento à tentativa de autoextermínio de uma forma humanizada”, explicou.

No curso, profissionais aprenderam técnicas e abordagens para atuar no atendimento a tentativas de suicídio que podem acontecer de diversas maneiras: por meio do uso de armas de fogo, ameaças de se jogar de viadutos, entre outras situações.

“Com essa especialização, a parte da humanização nesse tipo de atendimento será uma latente nos atendimentos desses agentes nesse tipo de ocorrência”, destacou o major Diógenes Munhoz.

Texto: Ascom/Sesau
Foto: Ascom/Sesau

Deixe um comentário