You are currently viewing Governo autoriza início da obra de implantação de vicinal no Cantá
Compartilhe

O governador Antonio Denarium assinou, na manhã desta sexta-feira, dia 18, a ordem de serviço para a implantação da vicinal 6, no município do Cantá.

Serão 21 quilômetros que receberão serviços de obras correntes com recursos do governo de Roraima e emenda parlamentar do deputado estadual  Gabriel Picanço no valor de  . A obra vai beneficiar produtores rurais, moradores da comunidade Genipapo, além de comunidades indígenas da região.

O Governo do Estado tem construído novas pontes, galerias de concreto, recuperando estradas vicinais, pavimentação, valorizando toda a região e facilitando a vida do produtor.  “O programa Aqui Tem Obra é o maior projeto de asfaltamento de estradas da história de Roraima. Estrada boa significa menos gastos com frete e transporte, consequentemente, preços mais competitivos para quem produz. Além de melhorar a segurança de quem se desloca. São obras aguardadas há muito tempo pela população do Estado e que agora, estamos realizando. É o Governo trabalhando e apoiando quem trabalha e produz”, garantiu o governador.

O prefeito André Castro se mostrou feliz com a assinatura da ordem de serviço. E destacou a parceria que vem realizando com o Governo para trazer mais infraestrutura e desenvolvimento para o município.

“Aqui temos agricultura familiar são pequenos produtores de banana, pimenta, macaxeira, entre outros. E com ajuda do Governo fazendo estradas, pontes, esses agricultores poderão escoar a produção  para a capital e outros municípios, gerando renda para essas famílias” agradeceu.

OUTRAS OBRAS NO CANTÁ

Outra obra muita aguardada pela população e que segue a todo vapor é o asfaltamento da estrada Tronco/ Malacacheta, região que dá acesso ao Taboca. Serão 11 quilômetros que receberão asfalto, com recursos do governo de Roraima, fruto de emenda parlamentar do deputado federal Jhonatan de Jesus e do senador Mecias de Jesus. A obra vai beneficiar as comunidades indígenas de Canaunim, Tabalascada, Malacacheta e a região do Taboca e Bonfim.

Texto: Sueda Marinho
Foto: Secom/RR

Deixe um comentário