You are currently viewing REDE ESTADUAL | Na capital, mais de 27 mil alunos voltam às aulas de forma presencial no dia 9 de fevereiro
Compartilhe

O cronograma de início do Ano Letivo 2022 da rede estadual foi reprogramado. De acordo com o antigo documento, as aulas em toda a rede começariam na segunda-feira, dia 7. Agora, parte dos estudantes retornarão às aulas no dia 9 de fevereiro.

“Passamos todo o mês de janeiro organizando as escolas para o retorno no dia 7 de fevereiro. Avaliamos o que ainda faltava para efetivar a organização das escolas, como a lotação dos novos professores efetivos em substituição a alguns contratos temporários. Após essa análise, decidimos suspender esse calendário, levando em consideração a especificidade de cada região e escola”, destacou a Secretária de Educação e Desporto, Leila Perussolo.

Iniciarão o ano letivo no dia 9 deste mês as escolas da Capital, Interior e Indígena. Em Boa Vista, mais de 27 mil estudantes de 38 escolas iniciarão as aulas de forma 100% presencial. Para outras 17 escolas, que estão passando por serviços de manutenção na estrutura física, as aulas seguem de forma remota.

Já no Interior e nas escolas localizadas nas comunidades indígenas, as aulas iniciarão de forma remota e também  presencial.

“Os Centros de Educação Especializados estaduais retornarão com as suas atividades no dia 9. No Interior também temos escolas que estão passando por reformas ou revitalizações e, por esse motivo, vão iniciar as aulas de forma remota”, ressaltou a secretária Leila.

Ainda na Capital, as aulas nas escolas estaduais Professor Hildebrando Ferro Bittencourt e Maria das Neves Rezendes retornarão de forma presencial no dia 14 também deste mês. A participação dos alunos nas atividades presenciais será obrigatória.

Comprovante de vacinação contra Covid-19 não será exigido

Os alunos não serão obrigados a apresentar o comprovante de vacinação contra Covid-19 para retornar às aulas presenciais da rede estadual de ensino.

Aqueles que apresentarem resultado positivo em teste para diagnóstico de covid-19 ou que tiverem sintomas característicos de síndromes respiratórias ou, ainda, que tiverem contato próximo com pessoa que testou positivo, não devem ir à escola. A medida correta a se tomar é não comparecer ao ambiente escolar, devendo procurar atendimento médico e comunicar a instituição de ensino.

Os profissionais da educação que atuam na unidade de ensino que apresentarem sintomas estão orientados a acionar a Sesau (Secretaria Estadual de Saúde) para que, de imediato, seja feito o teste de detecção da doença e sejam adotadas as demais providências cabíveis.

Retorno seguro às salas de aula

O retorno às salas de aula foi preparado para garantir a segurança de alunos e servidores após dois anos de pandemia e ensino remoto.

“As escolas têm se preparado para receber nossos estudantes. Foram realizadas reuniões com toda a equipe pedagógica e momentos de acolhimentos com os pais e responsáveis dos alunos, para esclarecer como será a dinâmica de todo o ano letivo de 2022”, explicou a secretária.

Foram entregues para as escolas totens de álcool em gel, carrinhos coletores de lixo e lixeiras seletivas. As unidades também receberam recursos do PDDE Emergencial (Programa Dinheiro Direto na Escola), destinado exclusivamente ao combate à covid-19, e adquiriram material de proteção, produtos de higiene e instalaram pias nas dependências para estimular a higienização das mãos.

As escolas também já foram devidamente abastecidas com produtos para o preparo da merenda escolar.

Texto: Francis Silva
Foto: Ascom/SEED

Deixe um comentário