You are currently viewing REINTEGRAÇÃO SOCIAL | Governo e Depen discutem acordo para criação do Escritório Social no sistema penitenciário
Compartilhe

O Governo de Roraima recebeu nesta terça-feira, dia 14, o coordenador de Políticas de Participação Social e Atenção ao Egresso do Depen (Departamento Penitenciário Nacional), Dr Cezar Augusto Delmondes, para tratar sobre a para aprovação de um convênio para implementação de um Escritório Social em Roraima.

Durante o diálogo com o coordenador, o governador Antonio Denarium fez um breve relato sobre todas as ações realizadas na segurança pública e também no sistema penitenciário estadual que, segundo ele, têm contribuído na redução da criminalidade.

“Tenho tratado a Segurança Pública com muita seriedade. E, por isso, busco alternativas para realizar melhorias na segurança pública e no sistema prisional do Estado, isso reduziu a criminalidade. Desde que assumi já foram investidos no sistema pelo menos R$ 50 milhões, destinados para a valorização pessoal, por meio de concursos públicos, aparelhamento, com aquisição de viaturas e armamentos, bem como as reformas e construção de novos presídios”. destacou

Delmondes destacou as vantagens e explicou como o acordo vai contribuir e trazer resultado na redução criminal dentro do Estado.

“Hoje, o Governo Federal, por meio do Depen, se faz presente para que nós, juntos ao Estado de Roraima, firmamos um acordo com um aporte de R$ 750 para que haja a promoção daquelas que saíram do sistema penitenciário, para que haja qualificação profissional e encaminhamento ao mercado de trabalho, consequentemente trabalhando diretamente na redução da reincidência criminal, para enfraquecimento de organizações criminosas. Por último, e não menos importante, a reintegração dessa pessoa à sociedade de uma maneira na qual ele não virá reincidir novamente nem cometer atos infracionais”, pontuou.

De acordo com o secretário de Justiça e Cidadania, André Fernandes, o mecanismo é uma nova ferramenta para o Governo do Estado trabalhar com os egressos do sistema prisional.

“É uma forma de conseguir diminuir a reincidência ajudando essas pessoas a terem acesso aos órgãos públicos, trabalho, saúde, educação. Também vai trabalhar com os familiares desses egressos. Então, a nova política que vai ser implementada aqui no Estado já funciona, mas estamos fazendo isso para o executivo de maneira formal e com o apoio do Departamento Penitenciário Nacional”, destacou.

Texto: Wesley Oliveira
Foto: Ayla Grandez

Deixe um comentário