You are currently viewing ZONEAMENTO ECOLÓGICO-ECONÔMICO | Governo realiza Consulta Pública on-line para finalizar projeto
Compartilhe

Escri

O Governo do Estado segue com a realização da Consulta Pública on-line para dar continuidade ao processo de elaboração dos relatórios finais do Zoneamento Ecológico-Econômico de Roraima.

O governador Antonio Denarium acredita ser fundamental que o processo tenha ampla participação popular, de modo a garantir que seja concluído de forma colaborativa.

“Convidamos todos a fazerem suas contribuições e sugestões, pois é muito importante que tenhamos a participação da sociedade no resultado final desta ferramenta, que ao ser concretizada será um grande passo para alavancar o desenvolvimento de Roraima”, afirmou.

Para participar é muito simples, basta acessar o endereço: https://zee-rr.institutopiatam.org.br/consulta-publica/v e preencher o formulário eletrônico com as suas sugestões.

A expectativa é que até o mês de outubro o Zoneamento seja finalizado. O projeto é de atribuição da Seplan (Secretaria do Planejamento e Desenvolvimento) e conforme o titular da pasta, Emerson Baú, nunca houve atenção devida dos governos passados para que o instrumento fosse consolidado.

“São mais de 20 anos aguardando pela conclusão deste importante projeto que, ao ser finalizado e aprovado pela Assembleia Legislativa, trará muitos benefícios para o nosso Estado. Em linhas gerais o Zoneamento vai ordenar oficialmente o território de Roraima, permitindo a definição exata das nossas áreas produtivas, contemplando e respeitando os aspectos econômicos, sociais e ambientais”, frisou.

Site – Para inserir a participação popular no processo de construção do Zoneamento, a Seplan também lançou uma página na internet contendo todas as informações sobre as etapas de elaboração do ZEE, para apreciação.

No endereço https://zee-rr.institutopiatam.org.br/, é possível acompanhar os mapas temáticos, relatórios, vídeos, além de notícias relacionadas ao tema, facilitando o entendimento do público sobre o estudo.

No mesmo canal também está disponibilizada a opção de consulta pública on-line, que traz como proposta estimular a sociedade a contribuir com o projeto.

to por Maria Fernanda Azevedo

Foto William Roth

Deixe um comentário